“O fim de todas as coisas está próximo. Portanto, sejam criteriosos e sóbrios; dediquem-se à oração”. 1 Pedro 4:7. NVI

As marcas do final dos tempos estão visíveis, saber reconhecer estes fatos deve nos levar, ainda mais, a sermos prudentes e dedicados à oração. Nosso texto nos dá três pontos que eu gostaria que você guardasse em seu coração:
1) Estamos mais próximos do final de todas as coisas.
Essa peste que estamos enfrentando é um dos sinais de que estamos perto da volta de Cristo, da consumação de todas as coisas, da restauração da criação e dos homens. Embora seja assustador agora, mas aponta para algo maior e melhor. Tenha esperança nas promessas de Deus.
2) Precisamos ser criteriosos e sóbrios.
Fato é que ainda não chegamos lá, na plenitude que Deus nos prometeu, e Pedro nos alerta a sermos criteriosos e sóbrios. As decisões que precisam ser tomadas nestes tempos precisam ser sóbrias, com entendimento, discernimento, muito critério e cautela. Estamos em um mundo caído e sujeito a doenças e epidemias. Seja sóbrio, colabore com as precauções e critérios estabelecidos pelas autoridades.
3) Dedique- se à oração.
Qual o elo existe entre uma promessa futura e a realidade em que vivemos? A oração. Pela oração somos renovados, pela oração somos ouvidos, pela oração somos atendidos. Os sinais dos últimos tempos também lembram aos crentes que se dediquem à oração e se preparem para o encontro com seu Senhor e demonstre sua esperança e fé confiando totalmente naquele que é refúgio e rocha em tempos difíceis. Faça orações sem cessar, dedique-se a Deus.

“Aqueles que deixaram a mais profunda marca nesta Terra amaldiçoada pelo pecado foram homens e mulheres de oração. Você descobrirá que a oração é a força poderosa que tem movido não somente a mão de Deus, mas também o homem.”
D.L. Moody (1837-1899)

Pastor Licenciado Pedro Sete

Pin It on Pinterest

Share This