Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra”. 2 Timóteo 3:16,17

O teólogo puritano William Ames escreveu, corretamente, a meu ver, que “teologia é a doutrina de viver para Deus”. Com isso ele pretendia nos ensinar que o estudo da revelação de Deus não pode ser exclusivamente teórico, mas também substancialmente prático. Conhecer mais de Deus é o caminho excelente para vivermos para Deus e essas duas realidades não podem jamais andar distantes.
Paulo nos ensina que a Escritura, inspirada por Deus, é útil para nos ensinar, repreender, corrigir e instruir na justiça. O propósito final é que sejamos “gente de Deus”, pessoas transformadas pelo poder do Altíssimo, santificadas pela ação do Espírito, e obedientes em tudo à vontade de Deus.
Por esse motivo, nosso estudo da Palavra não pode ter fim. Nunca estaremos “aprovados” na disciplina da piedade e da pureza. A cada lição adentramos caminhos novos e mais íntimos com nosso Deus. Somos chamados a andar com ele, como Enoque, e aprender a obedecer sua perfeita vontade. Nessa jornada, nosso pecado vai sendo deixado e nos tornamos mais semelhantes a Jesus. Uma mesma lição bíblica será sempre e sempre aplicada e seguida de maneira mais profunda.
Considerando tudo isso, apelo a você, meu querido irmão, ame a Palavra a cada dia e medite nela. Busque ao Senhor juntamente com sua família e torne a escola bíblica dominical a mais importante escola de sua família. Afinal, juntos nós crescemos no saber do Senhor e somos moldados pela Palavra, na comunhão dos santos. Deus molda nosso coração individual e coletivamente.

Pin It on Pinterest

Share This