Tema: A igreja que eu quero ser

Baixe aqui o Edificando e, PDF 

Texto base: 1 Coríntios 12:12-26

Introdução:

Nesse domingo, dia 01 de setembro, demos início a uma nova série de mensagens: “A igreja que eu quero ser”. Nosso propósito separarmos um tempo dedicado a refletirmos sobre as marcas que esperamos para nossa igreja. Refletir sobre “ser igreja” e não apenas “ter uma igreja”, acentuando o sacerdócio universal dos crentes e a necessidade de cada crente assumir seu lugar no corpo de Cristo. Nossa busca é por compreender o real sentido da igreja. Nessa primeira mensagem refletimos sobre a natureza orgânica da igreja de Jesus, como um corpo com muitos membros.

 

1. Na prática, qual a grande diferença entre se “ter uma igreja” e “ser uma igreja”? Reflita sobre nosso papel como salvos em Cristo

 

2. O que Palavra de Deus quer nos ensinar ao usar a “analogia” do corpo para se referir à igreja? O que significa dizer que a igreja tem uma natureza orgânica? (Considere I Coríntios 12:12-14 e também os vv. 18-20)

 

3. Por que a indiferença por parte de alguns membros, na comunhão da igreja, é sempre um caminho ruim e prejudicial? Como isso afeta o todo do corpo de Cristo? (Considere I Co 12:26)

 

4. Em resposta a essa reflexão bíblica, considere com seu grupo: o que podemos fazer para alterarmos essa situação, buscando “ser, intencionalmente, a igreja”? Compartilhe atitudes, ações e posturas práticas.

 

Pin It on Pinterest

Share This